sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Como?

Sim, como é que perdi 800 g num dia? Só posso ter perdido líquidos. É que ontem devo ter bebido nem meio copo de líquidos.

A alimentação foi má, muito má. Não pela quantidade, não porque tenha comido muitas porcarias, mas porque não comi. Não tomei o pequeno almoço, coisa impensável em mim, só almocei e comi uma torrada como jantar.
Estive todo o dia de estômago embrulhado. Mas obriguei-me a comer o mínimo porque foi num período assim, de stress, que estraguei o meu estômago ao não comer.
Hoje já empurrei para baixo um iogurte, mas custou.

As coisas em casa vão de mal a pior. E se por um lado é o que eu queria - a paz de estar sozinha, por outro não me consigo desligar desta pessoa que foi uma paixão tão grande e tão fulminante.

Os próximos dias vão decidir tudo. Mas enquanto isso não quero nem deixar de comer, nem me vingar na comida.

2 comentários:

Da gordura à formosura disse...

O que sentes não me é desconhecido. Já passei por fases dessas e sei que custa muito. No entanto, também sabemos que essas fases têm um fim: não há mal que sempre dure.
Eu espero sinceramente que tudo acabe da melhor maneira e que não passe mesmo de uma fase má.
Beijinhos e desejos de que o teu coração encontre rapidamente a paz que está a precisar.

Alexandra disse...

Força Lua... O tempo é o melhor remédio