terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Em velocidade de cruzeiro

Depois de um tempo de desequilíbrios (o mês de janeiro foi muito mau) e de tentativas de remedeio, sinto que finalmente voltei a um ponto de equilíbrio, a uma rotina que conheço bem e que sei que me traz resultados.
Na alimentação o mote é não stressar. Comer o suficiente para aguentar o ritmo frenético em que ando mas que mesmo assim me permita queimar os últimos quilinhos de gordura, que estão a custar tanto a ir embora. Portanto estou a comer várias muitas vezes ao dia (faço entre 6 e 7 refeições) para me ir mantendo sem fome. Tenho apenas alguns cuidados básicos: tento manter a ingestão de calorias por volta das 1800, tento dar primazia à proteína sobre os hidratos (suplemento com whey e tomo o meu batido Herbalife, que adoro), e guardo os estragos alimentares para quando estou com o meu rapaz.
No que toca a treinos... bem, está difícil gerir tanta coisa! Encontrar um dia de descanso não está mesmo nada fácil porque estou metida em tanta coisa diferente. Assim de repente tenho planeados 10 treinos por semana! Entre as aulas de educação física (treino intervalado e corrida de séries), os treinos de atletismo (velocidade e salto em comprimento), os treinos de CrossFit (tento ir 3-4 vezes por semana) e os treinos de corrida contínua (2 vezes por semana), não é nada fácil gerir períodos de repouso, que também são essenciais. São vários os dias em que faço dois treinos por dia. Mas sinceramente... desde que durma o suficiente e me alimente sinto-me muito bem.
Não me tenho pesado. Nesta altura o peso não é importante. Tenho que fazer o que já sei que é certo e esperar por resultados.

1 comentário:

Gorduchita disse...

Com essa quantidade de treinos diários, rapidamente perdes o que achas que tens a mais! :)