terça-feira, 16 de julho de 2013

Sobre a paciência

Sinto-me na obrigação de dar aqui uma dica que eu própria só agora aprendi. Quando se iniciarem neste caminho de perder peso munam-se de uma grande dose de paciência. Sobretudo se essa jornada tiver como base o exercício físico.

Quantas e quantas vezes eu estive no caminho certo mas desanimei e fiquei pelo caminho porque não vi logo os resultados do meu trabalho? Muitas. Se é verdade que quando se começa uma "dieta" geralmente se vê o peso baixar rapidamente no início, isso deve-se sobretudo à perda de líquidos e também de muita massa muscular. Quando se alia a isso a prática de exercício físico demora muito mais a ver-se um resultado tangível, que se possa medir numa balança. E isso às vezes desanima.

Por isso, o único conselho que posso dar (quem sou eu para dar conselhos, mas cá vai) é que pelo menos nos primeiros tempos (primeiro mês ou dois) não liguem à balança, não liguem à fita métrica. Simplesmente abracem o novo estilo de vida de corpo e alma, tentem fazer dele um prazer e não um sacrifício.

Nestas coisas não há mesmo receitas milagrosas. Comer bem e fazer exercício físico levam-nos a resultados, mas temos que ser pacientes e consistentes. Querer mudar de estilo de vida acima de querer simplesmente perder números na balança. Se é verdade que simplesmente cortar nas calorias pode fazer baixar o peso de imediato, acreditem que o resultado é muito mais bonito se a isso juntarmos exercício físico: o corpo modela-se, fica mais tonificado, mais firme, a roupa assenta melhor.

Por isso, se estão a iniciar-se nesta grande aventura tenham muita paciência e limitem-se a gozar o caminho.

1 comentário:

Gorduchita disse...

De facto o difícil é encontrar o ponto de equilibrio nesta jornada, aquele ponto em que estamos bem com o caminho traçado, em que as ações já não são sacrifícios mas sim rituais.

Apesar de me continuar a pesar semanalmente e ter essa informação como referência, tenho também medido o andamento da massa gorda, que tem vindo a diminuir.
Fita métrica não uso mas a roupa vai-me dizendo que estou mais estreita! É quanto basta! :)

Força para ti! É de facto curioso como temos andado sintonizadas! :)

Bjs