quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Malfadado estômago

Há quatro anos atrás passei por uma situação de muito stress que me deitou muito abaixo e simplesmente durante uma semana praticamente não comi. Fiquei a saber que as pequenas preocupações do dia a dia me levam a comer, mas que os problemas a sério me fecham a boca.
O resultado dessa semana foram menos 7 kg e problemas de estômago.

Nos meses que se seguiram tive várias crises de dor de estômago que incluíam também enjoos. Quando fui ao médico foi-me "diagnosticada" uma úlcera de origem nervosa. Entre aspas porque nunca confirmei o diagnóstico com uma endoscopia, fui adiando sempre. Fiz tratamento e praticamente aboli o o café e o chá, que era o que me fazia pior. Comidas muito condimentadas e chocolate também tento evitar. Raramente voltei a ter problemas, excepto em situações de mais stress (normalmente discussões com o meu gajo).

Ora, há mais de duas semanas que ando com o estômago a doer e com enjoos. A andar de carro então!
O estúpido disto tudo é que a sensação de dor nos estômago, para mim assemelha-se muito à sensação de fome, de estômago vazio, e por isso tenho a tentação de andar a petiscar - a comida acalma esta sensação má.

É um bocado ridículo não é? Ora bem... será que estou com fome ou me dói? Hein?

1 comentário:

Gorduchita disse...

Se calhar está na hora de confirmares esse diagnóstico com um médico e ver qual a melhor maneira de o resolver.
Não te ponhas a comer feita maluca... ;)